fbpx

Três passos para lidar com o sofrimento e não alimentar pensamentos ruins.

Dias que parecem intermináveis pela rotina de tratamento, dores e desconfortos, esforços tanto físicos quanto emocionais para lidar com as limitações da doença, a dependência do outro, a falta de certezas, as hipóteses diagnósticas e ter que esperar… tudo isso torna a vida um pouco mais amarga do que gostaríamos que ela fosse.

Se você se identificou com alguma dessas coisas, esse texto é especialmente para você!

Na vida nem tudo são flores… muito pelo contrário, temos que ouvir muito mais “NÃOs” do que “SIMs”, e diante de todas as dificuldades, como fazemos para seguir em frente e superar as dificuldades?  Como manter a positividade e não se deixar levar por todos os problemas?

Precisamos de três passos para lidar melhor com nosso sofrimento:
  1. Compreender que o sofrimento é parte da vida – ninguém consegue ter uma vida sem nenhum tipo de sofrimento. Claro que algumas pessoas sofrem mais do que outras, mas já lhe passou pela cabeça que há algumas pessoas que, embora todo o sofrimento que tenham que enfrentar, elas ainda conseguem sorrir?  Você consegue imaginar o motivo? De onde será que vem essa força?  Exatamente do passo dois:
  1. Aceitar que há sofrimento e encontrar uma maneira de se sentir o mais confortável possível dentro da condição em que se encontra. Se é uma doença, buscar alívio nas terapias disponíveis; se há um sofrimento afetivo por uma separação, procurar estar com pessoas que genuinamente te amem e que possam lhe dar o amor que você merece.  Se perdeu o emprego, intensificar seu desenvolvimento para aumentar as chances de estar preparado para a próxima oportunidade que surgir… então chega a última e derradeira questão: como fazer tudo isso se não tenho vontade? Se não tenho mais forças?  Veja o passo três, pois certamente ele auxiliará.
  1. Estabeleça um objetivo. Depois disso, fragmente esse objetivo em metas menores; em sequência pegue essas metas e divida em coisas que você poderá fazer a cada dia de sua semana.  Estabeleça tarefas pequenas e possíveis, e no final da semana você terá o resultado da meta maior, e no final do mês, com todas as metas semanais atingidas, você terá conseguido superar a grande dificuldade.  Desta maneira você conseguirá perceber que sim, sempre há possibilidades de enfrentar um grande desafio se você consegue desmembrá-lo em pequenas tarefas.  Porém há uma única coisa que fará toda a diferença:
Não conseguiremos resultados diferentes, se tivermos as mesmas ações de sempre!

Então a última coisa a se fazer é acreditar em você!  Saiba que você é muito mais capaz do que imagina.  Ame-se, ame cada segundo que pode desfrutar da companhia de quem você gosta. Ame poder respirar hoje pela manhã e estar conseguindo ler este texto.  Negativismo ou pensamentos ruins não lhe trarão alternativas, apenas te aprisionarão no sofrimento.

Quando nos concentramos nas dificuldades, não conseguimos enxergar mais nada.  Concentre-se no que há de positivo.  Olhe para o que há de melhor em você e entenda que você é muito maior do que as dificuldades que vive.  De nada adianta uma pessoa saudável fisicamente se seu coração está em ruínas.  Mas um coração saudável é o maior remédio para um corpo que padece de alguma enfermidade.

Nessa história quem irá vencer?  Você ou a dificuldade?

Veja por tudo o que já passou… e encontre novos caminhos para seguir em frente, pois você é capaz!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

× Agende seu horário