Solidão… até quando?

Até quando a solidão estará presente em sua vida? Não passe por esse sofrimento.

Muitas vezes ali na mesa do trabalho, no ônibus, na padaria… olhamos do lado e nos sentimos extremamente sozinhos, como se nada no mundo nos tirasse um vazio no peito, uma dor por dentro… pessoas que passam e nos olham como se fossemos transparentes… e a falta de um sentido para vida, a falta de uma chama lá no fundo do peito que possa aquecer esse frio na alma.

E com esse sofrimento por solidão, esperamos que o tempo possa levar a tristeza que chegou sem pedir licença ou permissão, nos tomou por completo e não dá espaço para vermos que ainda há possibilidade de ver a luz que brilha.

Mas será que ainda brilha?

Se identificou com o relato acima? Então lhe faço um convite a pensar:

O que exatamente você gostaria que acontecesse em sua vida daqui para frente?

E se a resposta não lhe veio à cabeça tão facilmente, é sinal de que você pode se beneficiar do que a psicoterapia pode oferecer.  É sinal de que você está precisando de ajuda.

Não, não é comum sentir o que você está sentindo.  Não é comum não achar graça na vida e não ver sentido nas coisas.  Não é normal ou natural se sentir triste a maior parte do tempo… não é natural sentir tanta solidão.

Chega o momento em que você pode tomar uma decisão:  ou se mantém agindo como tem feito ultimamente, ou, mesmo sem vontade, mesmo sem acreditar 100%, mesmo duvidando que seja possível, dá uma chance para você…

Faça um teste, tente uma alternativa diferente: busque auxílio psicológico para que você possa descobrir o potencial que existe em sua vida.  Veja como a solidão pode ser apenas uma das opções que você tem.

Parece que é só com você que isso acontece, e que eu não sei do que estou falando.  Mas pode acreditar, há muitas pessoas nessa mesma situação, mas que perceberam que podem fazer algo por si, e que a vida pode voltar a ter sentido.  É claro que não será fácil nem instantâneo.  Será necessário investimento de tempo e esforço.

Mas me diga: quanto de esforço você tem feito para suportar todo esse sofrimento por solidão?  Então ao menos se esforce e dedique sua atenção para uma outra coisa.

Se não der certo, tudo bem, você poderá voltar ao seu cotidiano, sem grandes avarias.  Mas se você obtiver resultados diferentes, será uma oportunidade de viver a vida da maneira que ela deve ser!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

× Agende seu horário