Tratamento da Depressão

Depressão: saiba como a terapia pode ajudar

 Visão pessimista sobre a vida, dificuldade para enfrentar problemas diários, falta de energia e indisposição são sintomas da depressão.

Não tenho ânimo para nada, parece que acabou meu gás, como seu eu fosse uma flor que morreu… sinto dor por todo meu corpo… queria parar com esses pensamentos ruins, eles sugam toda minha energia… queria me importar com alguma coisa, mas faço tudo por obrigação, não sinto prazer em nada… Não sinto prazer em nada… será que é possível sentir felicidade outra vez?  Acho que não mereço nada melhor mesmo.

Aí chega alguém e diz: vamos lá, força, você consegue… basta ter um pouco de positividade e tudo dará certo!  Não fique assim, você não tem motivos para estar assim… e a única coisa que você gostaria de falar é:

Sei que não tenho motivos, não é uma opção me sentir assim, não consigo me livrar desse peso.

Normalmente as pessoas não compreendem os sentimentos dos depressivos, inclusive das crianças, considerando como algo passageiro, ou até mesmo “frescura”.

Porém a depressão é um estado emocional sério.  É fundamental iniciar o tratamento tão breve sejam diagnosticados os primeiros sintomas.

Mas por qual motivo uma pessoa fica depressiva? E qual o tratamento para a depressão?

Há algumas causas fisiológicas, ou seja, do funcionamento do organismo que causam a depressão.  Acontece quando algumas substancias químicas não agem adequadamente no organismo. Estas causas são minoritárias.

A grande maioria dos casos de depressão são devidos a causas psicológicas. No início acontece um evento muito difícil que a pessoa não tem recursos psicológicos para lidar: uma grande perda (emprego, falecimento), a presença de uma doença grave como câncer ou outras doenças degenerativas, a mudança de um pais onde não se tem nenhum conhecido, a separação do casal,etc.  A pessoa então se vê sem saída e não consegue reagir a tais situações.

Todos nós ficamos deprimidos nessas situações.  Porém são emoções que passam com o tempo.  No caso do depressivo, a pessoa passa a reagir de maneira apática a todos os tipos de situações, sejam elas boas ou ruins.  Nesse momento há a instalação de diversos outros sintomas tanto físicos quanto psicológicos, que por vezes, implicam numa combinação de tratamento medicamentoso juntamente com a terapia.

Os medicamentos farão os sintomas enfraquecerem.  Porém a causa da depressão permanecerá: a dificuldade que a pessoa tem em enfrentar as situações difíceis na vida dela. Pesquisas recentes feitas por neurologistas apontam que os antidepressivos auxiliam na reorganização química do cérebro.  Entretanto a terapia tem o papel de ensinar o cliente a se comportar diferente, evitando assim que tenha paralisações frente a suas dificuldades, e em consequência, o resultado é de longo prazo.

Se você percebe que não está com energia para enfrentar os problemas, é o primeiro passo para que imediatamente busque auxílio profissional.

AGENDE SEU HORÁRIO