Não acho que eu tenha depressão… ou será que tenho?!

Não acho que eu tenha depressão… ou será que tenho?!

Ter depressão não é quem não quer tomar banho, não come, não quer mais viver?  Eu não sinto isso!

Tenho formação superior, um bom emprego, salário razoável, família… não estou doente – não tenho depressão!

Seria uma vergonha pensar que não vou conseguir fazer porque estou me sentindo triste sem motivo – minha chefia nunca vai entender; vão achar que é frescura; dizer que é fraqueza e até falta de fé;

Eu sinto cansaço, falta de vontade de levantar…, mas isso é porque meu trabalho é tão estressante, é uma correria; aí tudo isso me deixa com muita agitação, não consigo parar… acaba que até sinto culpa porque não tenho conseguido fazer tudo o que preciso, dar atenção pra família…

Todos esses relatos são recortes de falas de pacientes que sim, desenvolveram depressão.

Porque como qualquer outra doença, a depressão é desenvolvida aos poucos.  Ninguém vai dormir bem e acorda em depressão profunda.  É um processo que vai corroendo a energia e a esperança dos indivíduos.

Portanto se você se identifica com algum desses relatos, vale a pena procurar auxilio profissional psicológico para entender melhor sua falta de energia, sua ansiedade, stress, perda de interesse pelas coisas.

A vida tem tons coloridos e a depressão é preto e branco.  Temos o amarelo da alegria, o verde da esperança, o vermelho do amor… isso não significa que tudo sempre dará certo, porque horas teremos o preto da tristeza também.  O problema é quando as cores vão desbotando de nossas vidas e vai ficando tudo cinza.

E sim, é possível sair desse processo com tratamento psicoterápico e por algumas vezes também utilizando medicação.

Quanto mais rápido você buscar por ajuda, maior e mais rápido serão os benefícios.

× Agende seu horário